Grotte di Frasassi

Localizadas na cidade de Genga, e descobertas em 1971, as Grutas de Frassassi são uma das mais lindas visões da natureza que já vivenciei…me emocionaram.

São 1500m de percurso pelas cavernas interligadas, com acompanhamento de guia, por cerca de uma hora e quinze minutos. São 7 “salas”, sendo 5 com acesso ao público, e logo a primeira já é impressionante por seu tamanho ( provavelmente, uma das maiores do mundo ); são 200 m de altura e mais de 2 milhões de m3 de volume, ou seja, caberia o Duomo de Milão dentro dela.

A minha sala preferida é a sala das velas ( Sala Candeline ), assim chamada pois os estalagmites parecem ser feitos de cera, lembram velas. Dá vontade de sentar e ficar olhando aquela maravilha pelo resto do dia.

São muitos os estalactites e estalagmites nomeados por suas formas: Camelo, Dromedário, Urso, Niágara, Gigantes…e estes chegam a medir 20m de altura.

Dentro das cavernas a temperatura é constante, 14°, visando a preservação das características ambientais, e a umidade relativa é bem próxima de 100%, ou seja, pinga.

Também visando a preservação do ecossistema local, foi cancelado o projeto de um novo acesso, pois causaria uma corrente de vento, alterando o bioclima local.

A iluminação é totalmente artificial, não há penetração de luz natural da superfície em nenhum ponto, exceto no micro buraco, a 200 m de altura, por onde entraram os descobridores, mas ele não ilumina absolutamente nada. Quando descoberto, esse buraco tinha o tamanho de um volante, e foi percebido pelos exploradores, pois dele saía vento. Era completamente escuro e eles não tinham o equipamento apropriado para descer, então, eles jogaram uma pedra para calcular a profundidade do buraco; a pedra demorou 12 segundos para atingir o solo, e eles perceberam que se tratava de uma enorme descoberta.

As entradas são feitas em horários pré-definidos, e os ingressos podem ser comprados na hora, ou com antecedência, online.

Infelizmente, o acesso aos portadores de mobilidade reduzida é permitido apenas até a segunda sala.

Entre os dias 10 e 30 de janeiro a gruta fica fechada à visitação, e também nos dias 4 e 25 de dezembro.

Como chegar:

Genga fica a 175 km de Roma e, de carro, são cerca de 3 horas de viagem.

De trem, basta comprar passagem para Genga – San Vittorio Terme, e chegando na cidade, pegar um táxi, ou caminhar por 1,9 km. Passagens a partir de €13,55

Onde comer:

A 100 metros da entrada das Grutas, e a 500 metros do estacionamento, se encontra o Ristorante Francesco, que é especialista em javali, cordeiro, trufa e cogumelos Porcini, há mais de quarenta anos, porém, se você quer um hamburger com batata frita, eles também têm, além de ótimas opções de menu turístico. Eu super recomendo o “gnocchi ripieni di carne gratinati al forno”, que é um nhoque recheado de carne e, até eu, que não curto nhoque, amei. Ótimo preço e sabor, aliado a um simples, porém confortável ambiente. O ônibus que faz o transporte entre o estacionamento e as grutas faz uma parada bem em frente, na ida e na volta, ou seja, dependendo do horário da sua visita, você pode se programar para dar uma passadinha no Francesco.

2 Replies to “Grotte di Frasassi”

    1. Concordo plenamente!! É daqueles lugares que todas as pessoas deveriam visitar, ao menos uma vez na vida, para presenciar a plenitude da natureza. É incrível demais!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *